Quanto maior o desmatamento, maior o preço da Colorado Amazônica

 7878369459?profile=RESIZE_1200x

Motivos não faltam para a necessidade de ações para frear o desmatamento da Amazônia. Agora a Colorado apresenta um novo motivo que é o preço alto em sua nova cerveja, a Colorado Amazônica. Seu preço alto não significa apenas uma cerveja mais cara para nós, seu preço é resultado direto do aumento de desmatamento da Amazônia, quanto maior o desmatamento, maior o preço da Colorado Amazônica!

A Colorado Amazônica é uma Witbier diferente, com sabor inconfundível, de baixo amargor. A receita da  leva ingredientes do coração da Amazônia: babaçu, pacová e casca de limão.

Uma dica de harmonização para degustar a Colorado Amazônica e ajudar a baixar seu preço: uma dieta vegana reduz significativamente o desmatamento, além de poupar o sofrimento de bilhões de animais:

Relatório revela que 70% do desmatamento na Amazônia ocorre para criação de gado

O Índice de Reajuste de Preços da Amazônia (IRPA) é quem define o preço da Colorado Amazônica. O IRPA flutua com a evolução da taxa de desmatamento semanal na Amazônia do Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (DETER) publicado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) no portal Terrabrasilis. A porcentagem obtida de aumento ou redução do desmatamento corresponderá ao ajuste a ser aplicado no preço da cerveja Colorado Amazônia. O aumento máximo do preço é de 100%.

Você pode acompanhar o preço da Colorado Amazônica neste link.

Todo o dinheiro arrecadado com a venda da cerveja é direcionado à Rede de Cantinas da Terra do Meio, articulação que agrega um conjunto de 14 associações de comunidades ribeirinhas e indígenas na região do Xingu, no entorno do município de Altamira (PA).

A rede Origens Brasil® conecta comunidades, organizações e empresas em uma dinâmica inovadora para a estruturação de cadeias de valor que reconhecem as contribuições dos povos e comunidades indígenas, quilombolas, ribeirinhas e tradicionais na conservação e proteção de seus territórios e florestas, além de garantir a rastreabilidade e origem dos produtos. A rede Origens Brasil® viabilizou a comercialização direta entre a Colorado e a Rede de Cantinas da Terra do Meio, o que possibilitou que a farinha do coco babaçu produzida pelas comunidades tradicionais faça parte da Colorado Amazônica.

Assim, fazem a roda girar com respeito e sustentabilidade.

E aí, Exmo. Ministro do Meio Ambiente, vai continuar aproveitando a pandemia para "passar a boiada"?!? 7878542061?profile=RESIZE_180x180

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Lokobeer.

Join Lokobeer

Comentários

  • O preço da Colorado Amazônica pulou de R$ 5,49 para R$ 9,69 desde que esta matéria foi publicada!!!
    E o crime do desmatamento continua e com anuência do Ministro do Meio Ambiente e atual governo...
This reply was deleted.