9750391674?profile=RESIZE_1200x(fotos:Tamires Lemos @tamilemos)

Feita só por mulheres! A Black Princess FemAle lançada pelo Grupo Petrópolis é sua primeira cerveja que tem apenas mulheres em toda a cadeia de produção, desde a brassagem ao envase. Esta cerveja nasce com o propósito de apoiar as causas que colocam a mulher em evidência, lembrando da força que elas carregam, transformando em atitude e empoderamento! Cerveja criada e produzida pelas cervejeiras do Grupo Petrópolis. Mulheres talentosas que deixam sua marca inédita!

A cerveja será comercializada em long necks no Bom de Beer, e-commerce do grupo, e na Black Princess House, em São Paulo. O lucro da venda do primeiro lote de produção será doado para um instituto que apoia a causa da violência contra mulher e tem em seu rótulo o número do disque denúncia 180!

“O mundo da cerveja está cada vez mais aberto a um público de paladar aguçado e exigente: as mulheres. Sommelières, mestres-cervejeiras, produtoras caseiras ou somente apaixonadas pela bebida se multiplicam pelo país e ganham protagonismo nesta cena. O Grupo Petrópolis se orgulha de ter mulheres em todas as etapas de produção de suas cervejas, em todos os cargos: da linha de produção à vice-presidência da companhia”, explica Eliane Cassandre, head de marketing da Black Princess e do Grupo Petrópolis, em matéria do site Super Varejo.

               

Segundo a Super Varejo, a receita da FemAle, de escola belga, foi desenvolvida por duas mestres-cervejeiras do grupo: Keilane Poltronieri e Liane Bemme. Keilane é engenheira de alimentos e entrou no Grupo Petrópolis (GP) em 2014 como trainee de Controle de Qualidade. Aprendeu a trabalhar em todas as áreas do Industrial e, em 2018, foi para Blumenau (SC) fazer o curso de Cervejeira Técnica (foi parte da primeira dupla de mulheres cervejeiras formadas pelo Grupo Petrópolis). Após se formar, voltou para a unidade de Petrópolis em 2019 e assumiu o cargo de Coordenadora de Processos, em que lidera toda equipe do Processo da Unidade de Petrópolis. E Liane Bemme também conheceu o GP e o mundo de cerveja, por meio do processo de trainee, inciciando sua carreira na área de qualidade, mas o encanto pelo chão de fábrica não demorou a acontecer, formando-se em Sommelier de Cervejas e Cervejeira Técnica. Além disso, ela fez parte da primeira dupla de mulheres cervejeiras formadas pelo Grupo Petrópolis.

O rótulo foi criado pela artista Tamires Lemos, que também é fundadora do movimento Crie Como uma Garota @criecomoumagarota. Este momento também registra a entrada da marca Black Princess no Festival Feira Preta @feirapretaoficial, maior festival de cultura e empreendedorismo negro da América Latina!

9750434490?profile=RESIZE_710x

(foto:Tamires Lemos @tamilemos)

A Black Princess surgiu em 1882 no Rio de Janeiro, com um lindo domingo de sol, uma cerveja destinada a fazer história. Uma pequena cervejaria em Petrópolis, na serra fluminense, foi palco de seu primeiro envase, comprovando que a simplicidade é essencial para construir histórias de sucesso. Tudo mudou desde o surgimento de Black Princess que trouxe para o mundo suas próprias maneiras de se viver cada história.

Fundado na cidade de Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro, o Grupo Petrópolis é a maior empresa com capital 100% nacional do setor. Produz cervejas, bebidas alcoólicas e não alcoólicas, que primam pela qualidade e identificadas com o gosto do consumidor brasileiro.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários você precisa ser membro do Lokobeer.

Cadastre-se no Lokobeer