3380543339?profile=original

Estilo: Pilsner
Teor alcoólico: 4,5%
Temperatura ideal de consumo: entre 4 e 7 ºC

Enquanto a maioria das lagers doam a maior parte de seu perfil de sabor na parte da frente da boca, a Pilsner Urquell apenas sugere seu sabor ali. Em vez disso, ela ataca com seu sabor no meio da boca, seguido por um bom acabamento limpo e sem retrogosto. Praticamente convidando para o outro gole.

No primeiro gole aroma terroso, com notas de pão fresco, lúpulo e madressilva (planta de folhas decíduas, trepadeira, na forma de arbusto, que pode crescer até dez metros de altura, nativa da Europa). Em seguida a sutil doçura do malte com tons de caramelo e acabamento com amargor agradável do lúpulo Saaz.

A receita da Pilsner Urquell continua a ser a mesma de 1839, quando, frustrado com a qualidade da cerveja servida em pousadas locais, os cervejeiros da cidade de Pilsen, na República Tcheca reuniram-se para combinar os seus conhecimentos e habilidades para fazer uma cerveja de melhor sabor.

Um jovem arquiteto chamado Martin Stelzer foi convocado para construir a Burgher's Brewery, um precursor para sociedade atual cervejeira. Ele convidou o mestre cervejeiro bávaro visionário, Josef Groll, para juntar-se à cruzada e, alimentado pela paixão e um desejo de criar algo verdadeiramente notável, eles criaram o primeiro lote de Pilsner em 10 de novembro de 1842. Era uma cerveja refrescante, de cor clara dourada, com um sabor delicadamente equilibrado de amargor de lúpulo nobre e doçura de caramelo único, distante da cerveja escura e sem brilho de séculos anteriores.

A histórica cervejaria Plzensky Prazdroj, que produz a Pilsner Urquell, tem em sua entrada um portão com duplos arcos no estilo neo-renascentista, construído em 1892 para comemorar 50 anos do primeiro lote de cerveja pilsner da Burgher's Brewery em 1842. A torre de água da cervejaria Plzensky Prazdroj foi construída em 1907 e seu desenho lembra um farol holandês tradicional. Fileiras de barris de cerveja se alinham por cavernas abaixo da cervejaria. As adegas de arenito da cervejaria formam um labirinto de passagens, abóbadas e poços construídos no início do século XIV.

Por trás das paredes da cervejaria, ao longo dos últimos 40 anos, Josef Hruza levou uma equipe de sete tanoeiros (artesão dedicado ao fabrico de barris, pipas ou tonéis para embalar, conservar e transportar mercadorias, principalmente líquidos) que criam barris de carvalho artesanais onde amadurece sua cerveja. É a única equipe remanescente de tanoeiros na Europa Central, destacando como a cervejaria está dedicada a assegurar a autenticidade de sua cerveja, bem como o quanto é importante para preservar artesanato como este. A original "Coopers House", onde ficam os barris de madeira de Pilsner Urquell, foi inaugurado em 1842, ano em que a cervejaria foi fundada, embora a arte de tanoeiro ter se originado muito antes, no século VIII. O tanoeiros criam cada barril usando métodos tradicionais preservados e passados ​​de uma geração para outra.

197 já tomaram
Já tomei!

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Lokobeer.

Join Lokobeer

Comentários

  • Padrão da qualidade original de cerveja pilsen.

  • Padrão um pouco diferenciado das demais cervejas Lagers.
    Muito boa!

  • Nada como uma boa cerveja tcheca
  • Cerveja muito saborosa e aromática
  • Avaliou Nota 6/10 
  • Realmente uma cerveja muito boa, aroma forte com sabor Suave.

  • Avaliou Nota 8/10 
  • A melhor pilsen que já tomei.
This reply was deleted.
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –