3380568642?profile=original

3380778104entenda

Estilo: Porter
Teor alcoólico: 5,6%
Temperatura ideal de consumo: entre 8 e 12 ºC
IBU (índice de amargor): 40

Com a cor preta profunda, uma espuma espessa e cremosa, com rico aroma de chocolate, caramelo e café, e suavidade encorpada, a Anchor Porter é o resumo de uma cerveja artesanal escura. Uma mistura de maltes torrados especiais, caramelo, chocolate e maltes pretos, juntamente com a levedura de alta fermentação, cria complexidade sem amargura. Cerveja de alta fermentação e naturalmente carbonatada. O resultado é a ecuridão no vidro, mas surpreendentemente luminoso no paladar.

A Anchor Porter tornou-se a primeira Porter americana moderna quando lançada em 1972. Ao celebrar seu 40º aniversário, a porter da Anchor continua a premiar aqueles que olham para além de sua aparência intimidadora para descobrir suavidade encorpada.

Precursora do estilo Sout, a Porter foi a cerveja mais popular nos séculos XVIII e XIX em Londres. Seu nome está relacionado os trabalhadores londrinos que gostavam de misturar Ale com outras cervejas para conseguir uma bebida mais escura, de sabor mais forte e bastante alcoólica. Era uma cerveja de longa maturação, que exigia grandes barris para sua armazenagem. Era também a cerveja favorita da George Washington, que chegou a fabricá-la para seu próprio consumo. Atualmente tem sido elaborada com malte bastante torrado, e tem boa receptividade no mercado, podendo utilizar fermentos Lager ou Ale.

As raízes da Anchor Brewing Company remontam ao início dos anos 1850 e da corrida do ouro na California, quando o pioneiro cervejeiro Gottlieb Brekle chegou a São Francisco vindo da Alemanha. Em 1871, ele comprou um velho salão de cerveja e bilhar, perto de Russian Hill e transformou-o na pequena cervejaria que vinte e cinco anos mais tarde, seria rebatizada de Anchor Brewing Company.

28 já tomaram
Já tomei!
Votos 0

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Lokobeer.

Join Lokobeer

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –