3380566127?profile=original

3380566352?profile=original
patrocina eventos de exploração animal (Grupo Heineken)
entenda

Estilo: Pale Lager
Teor alcoólico: 4,7%
Temperatura ideal de consumo: entre 0 e 4 ºC

A cervejaria Amstel aumentou sua participação mundial em 2005 com o lançamento da Amstel Pulse, inicialmente no mercado russo. Esta cerveja tem o sabor leve e refrescante, originário do processo de microfiltragem. A cerveja também chamou a atenção por sua garrafa de vidro transparente e longilínea de design único, premiada por sua garrafa de designer inovador no prestigiado Festival de Cannes.

Tem graduação alcoólica de 4,7%, amargor baixo, cor clara e leve aroma de lúpulos frescos e maltes suaves. A Amstel Pulse é, verdadeiramente, para quem sabe apreciar uma cerveja de altíssima qualidade e sabor único, incomparável.

As Lagers são relativamente novas na história da cerveja. Surgiram no final do século XIV, mas só se tornaram populares na primeira metade do século XIX, com o advento das Pilsen e das técnicas mecânicas de refrigeração. De maneira geral, têm menor teor alcoólico que as Ale, São mais gasosas e maltadas, menos amargas (devido ao pouco lúpulo), mais refrescantes e pouco frutadas.

No processo de fermentação, o levedo se concentra no fundo do tanque e precisa de temperaturas mais baixas para viver, agindo mais lentamente do que o levedo das Ale. As Lagers permanecem maturando de uma a oito semanas em temperaturas baixas, daí o nome lager, que significa “guardada, armazenada”.

Em 1870, Charles de Pesters e Johannes van Marwijk Kooy estabeleceram a Amstel Brouwerij na avenida Mauritskade em Amsterdã na Holanda. Enquanto cafés, choperias e restaurantes de Amsterdã eram o mercado mais importante para a cerveja Amstel, oportunidades de vendas surgiram fora de Amsterdã em paralelo com o desenvolvimento da rede ferroviária. Na década de 1880, a exportação começou e pouco depois para toda a Europa. Em 1907, a cervejaria comprou seu primeiro caminhão para entregar barris de cerveja na área de Amsterdã.

Após a Segunda Guerra Mundial, o consumo de cerveja holandesa diminuiu. Isso ocorreu devido à crescente popularidade de refrigerantes. Com a queda nas vendas na Holanda, a Amstel decidiu restabelecer a sua posição de exportação. Até 1951, a Amstel teve a vantagem sobre as cervejarias alemãs que não eram autorizadas à exportação. No entanto, a Amstel decidiu se preparar localmente no exterior. Isto resultou, em 1955, na primeira fábrica de cerveja no exterior: a Suriname Brewery em Paramaribo com a famosa cerveja Parbo.

Em meados da década de 1950, o consumo de cerveja holandês subiu novamente em parte graças à publicidade de cerveja coletiva muito bem sucedida "A cerveja é a melhor de novo." Além disso, o logotipo da Amstel foi reestilizado e a importância da publicidade reconhecida. O logotipo dourado, vermelho e branco circular da Amstel, batizado de “bulls eye”, com dois cavalos ao lado da letra "A" que confirmam a qualidade internacional da Amstel. Logo utilizado há mais de 50 anos, resultou em um logotipo poderoso e com a indentidade da empresa.

Em 1968, a Amstel e a Heineken foram fundidas e até o início de 1980 a cerveja Amstel é fabricada na avenida Mauritskade em Amsterdã na Holanda.

426 já tomaram
Já tomei!
Votos 0

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Lokobeer.

Join Lokobeer

Comentários

This reply was deleted.
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –